quarta-feira, 16 de setembro de 2009

À Vida Brindar!














Lá fora ouço o vento que me chama
Solidão

O vazio corrói a alma
Embora leve à produção

Ninguém nasce para viver só
Embora sejamos seres individuais

Mas o convívio é primordial
Somos seres sociais

Quero contigo estar
Brincar
Ler
Dialogar
Filosofar
Abraçar
Beijar
À vida brindar!

17 de setembro de 2009
01:36


video
Lanterna dos Afogados - Paralamas & Djavan